A Rede Solidária Somar Floripa, da Prefeitura de Florianópolis, está articulando diversas ações de Natal para crianças de instituições sociais, centros de convivência, abrigos municipais e pessoas em situação de rua acolhidas na Passarela da Cidadania. Pelo terceiro ano consecutivo, está no ar a Árvore Digital de Natal, desenvolvida pela empresa Incuca e parceria do Floripa Shopping, que atenderá 850 pedidos das crianças para o Papai Noel. Para adotar uma cartinha, basta acessar www.somarfloripa.com/natal.

Distribuição de presentes da Árvore Digital de 2019

Outra parceira da rede solidária é a Rede Angeloni, que presenteará mais de 500 pequenos, também em situação de vulnerabilidade social, de instituições sociais cadastradas na Somar Floripa. Os pedidos de presentes estão em árvores físicas nos supermercados de Florianópolis.

Mas não é só isso. Para que todos possam ter um dia de Natal especial, a Somar Floripa está arrecadando alimentos para proporcionar ceias em abrigos da Capital e para as pessoas em situação de rua acolhidas pela Passarela da Cidadania. Estão abertas também vagas para voluntários que queiram participar da ação.

Voluntários servindo a janta na Passarela da Cidadania

“Gostaria de reforçar este pedido de doações, pois se cada pessoa que tiver condição de adotar uma cartinha ou doar 1 kg de alimento realmente se propor a fazer isso, mais de 1500 pessoas em situação de vulnerabilidade poderão desfrutar de um Natal ainda mais especial”, afirma a presidente da Rede Somar Floripa, Cintia de Queiroz Loureiro.

Para quem quiser fazer doação de alimentos, a entrega deve ser na sede da Rede Solidária Somar Floripa, na Rua Tenente Silveira, nº 60 – 1º andar. As entregas de presentes da Árvore Digital da Somar também devem ser no mesmo local. Pessoas interessadas em ser voluntários na Somar Floripa podem acessar o site somarfloripa.com ou entrar em contato pelo WhatsApp (48) 98441-0217.

A rede solidária da Prefeitura de Florianópolis, Somar Floripa, segue com a campanha “Somando Contra o Covid-19”, que já ajudou mais de 12 mil famílias em vulnerabilidade social. Na última semana, a rede solidária auxiliou com mais de 250 cestas básicas associações de recicladores por intermédio da Comcap e artistas de Florianópolis por meio da Fundação Franklin Cascaes, em atendimento à solicitação do Conselho de Cultura.

Além disso, também foram doadas mais de 500 máscaras e roupas de inverno vindas de empresas parceiras para os 140 catadores de materiais recicláveis, que fazem parte das instituições: ACMR, Aresp, Reciclafloripa, SulRecicla, Abecan, Elorecicla, Amigos da Natureza, ARM e Zeitz.

Cintia Queiroz Loureiro, presidente da Rede Solidária Somar Floripa, agradece a parceria com outras secretarias e órgãos da Prefeitura para conseguir ajudar esses nichos de artistas e recicladores que tiveram seus trabalhos pausados durante a pandemia.

“Recebemos essas demandas da Fundação Franklin Cascaes e da Comcap e pudemos realizar essas doações que farão diferença para cada família. Agradecemos a todos que vêm colaborando com a campanha. Seguimos com a missão nesse momento”, afirma.

Doações

A Somar Floripa está arrecadando alimentos não perecíveis para realizar doações na segunda fase da Campanha “Somando Contra o Covid-19”. Os pontos de entrega são:

Para mais informações, basta entrar em contato com a Somar Floripa pelo WhatsApp (48) 98441-0217.

A rede solidária da Prefeitura de Florianópolis, Somar Floripa, lança a Campanha de Natal 2019 com uma árvore digital, que traz 500 cartinhas emocionantes de crianças que são atendidas por entidades cadastradas na plataforma e aguardam presentes do bom velhinho. Para participar, basta acessar o link somarfloripa.com/natal e escolher um presente de Natal para fazer a doação. Os presentes devem ser entregues diretamente na sede da rede (R. Tenente SIlveira, 60 – 1º andar) até o dia 10 de dezembro.

“No Natal, há um clima especial de fraternidade e solidariedade. Nossa campanha é uma forma de levar alegria nesse momento tão esperado pelos pequenos das nossas entidades cadastradas. Convidamos a todos a participar conosco e escolher uma linda cartinha da nossa árvore digital que eles escreveram para o Papai Noel”, afirma a presidente da rede solidária da Prefeitura de Florianópolis, Somar Floripa, Cintia de Queiroz Loureiro.

A entrega dos presentes arrecadados será realizada entre os dias 16 e 18 de dezembro em cada uma das instituições com um Papai Noel voluntário. Em dois anos de atuação em Florianópolis, a rede solidária Somar Floripa apresenta resultados significativos para o ecossistema de voluntariado de Florianópolis. São mais de 5 mil voluntários participantes, 80 instituições sociais cadastradas e 140 mil itens doados.

O trabalho voluntário é uma atitude solidária de grande importância social, que possibilidade uma troca mútua de experiências entre quem realiza e as pessoas que precisam. Desta forma, Noemí Guimarães encontrou a rede solidária da Prefeitura de Florianópolis, Somar Floripa. Desde de outubro de 2019, ela ministra atividades de arte, cultura e lazer com idosos do Centro de Solidariedade Humana (CSH), no bairro Capoeiras. Todas as terças-feiras, das 13h30 às 16h, é realizado o Grupo de Qualidade de Vida, cujo objetivo é proporcionar bem-estar às pessoas da 3ª idade por meio de oficinas de artesanato, passeios e aulas de dança. 

A voluntária conheceu o Somar Floripa no evento Meetup Social, em agosto, e decidiu cadastrar-se na plataforma da rede para compartilhar com outras pessoas suas habilidades de costura. Atualmente ela estuda Produção de Moda no SENAC e conta que descobriu ainda criança o gosto pela costura e pelo voluntariado. “Posso dizer que desde pequena faço trabalho voluntário. Eu costumava auxiliar minha mãe, que dava aula para alunos do EJA no SESC e curiosamente a maioria deles eram idosos.”

Noemí busca trazer novas atividades de artesanato para o grupo de 18 idosos cadastrados no CSH. Cada semana eles se encontram para trocar experiências e juntos confeccionarem algo minimamente detalhado. A última oficina foi de fuxico, onde aos poucos estão produzindo toalhas de mesa para o Natal. “Os idosos trazem suas vivências para o grupo e eu os ensino a fazer artesanato. Eles levam muito a sério tudo que fazem, procuro sempre dar atenção a todos e assim me divirto muito com eles. É uma troca enriquecedora para todo mundo”, comenta Noemí Guimarães

Seu José Francisco é um dos participantes cativos. “Aqui é um lugar que eu venho para me distrair, conversar e produzir algo. Todas essas coisas me fazem bem e ajudam na recuperação dos meus problemas de saúde”, explica. 

O CSH atende as comunidades da região continental de Florianópolis e conta com quatro voluntários do Somar Floripa, que juntos a assistentes sociais desenvolvem diversas atividades com famílias e idosos em situação de vulnerabilidade social. A instituição está em fase de implantação de novos projetos para 2020. “Entendemos a família como organismo vivo, em constante transformação e por isso estamos buscando nos reestruturar e pensar em novas ações que garantam o acesso aos direitos sociais das pessoas. Um destes projetos é o ‘Contando Economias’ que objetiva levar educação financeira às famílias atendidas e a comunidade em geral. Contaremos com a ajuda de mais uma voluntária do Somar Floripa. Essa parceria que temos é fundamental para a realização das atividades do CSH”, comenta a assistente social, Taís Coelho. 

A rede solidária da Prefeitura de Florianópolis, Somar Floripa, presenteou com brinquedos ecológicos mais de 200 crianças das instituições: Quilombo Vidal Martins (Rio Vermelho), Casa Lar Recanto do Carinho (Ingleses), Amigos do HU (Trindade), Creche Vó Inácia (Saco dos Limões) e Centro de Solidariedade Humana (Capoeiras). Os brinquedos foram confeccionados por alunos das Unidades Educativas da Rede Municipal de Ensino, dos Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFVs) e dos Centros de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (CCFVs) que participaram do concurso “Brincar é Reaproveitar”. A iniciativa celebrou o mês das crianças (Outubro), de maneira sustentável, unindo diversão com a Semana Lixo Zero, que ocorreu de 18 a 27 de outubro, para mostrar a importância em reaproveitar resíduos sólidos.

Os pequenos da Creche Vó Inácia fizeram a festa ao receber a doação. A professora Isabel Pinho explicou à eles sobre a importância de reaproveitar os materiais sólidos para preservar a natureza. “Aqui na nossa creche sempre buscamos ensinar os alunos sobre cuidar do meio ambiente, já realizamos algumas oficinas, produzimos uma árvore de papel, e uma casinha de garrafa pet. Queremos agradecer às crianças pelos lindos presentes e ao Somar Floripa pela incrível iniciativa”, afirma a professora.

As meninas do Quilombo Vidal Martins ficaram empolgadas com os brinquedos ecológicos e foram brincar assim que receberam os presentes. “Eu gostei muito dos brinquedos, eles são tão legais e bonitos que vou brincar todos os dias”, conta Elen Vidal Ribeiro de Lima.

Já o Centro de Solidariedade Humana (CSH) irá organizar uma festa natalina para as crianças da região continental de Florianópolis. “Os brinquedos reciclados que recebemos serão utilizados na nossa campanha de Natal deste ano. Graças a parceria com o Somar Floripa, todas as crianças da nossa instituição receberão presentes”, conta a assistente social do CSH, Taís Coelho.

“Estamos felizes com o resultado desta iniciativa que uniu sustentabilidade com solidariedade e contou com a participação de tantas crianças. Os pequenos receberam os ecobrinquedos com muito carinho”, afirma a presidente da rede solidária Somar Floripa, Cintia de Queiroz Loureiro.

 

Em parceria com a rede solidária da Prefeitura de Florianópolis, Somar Floripa, a Trimania, o Instituto Embelleze e a Panvel realizaram uma ação solidária em comemoração ao Dia dos Pais. Até o sábado do dia 10 de agosto, os papais que passaram na Avenida Paulo Fontes, entre o TICEN e o Mercado Público, foram convidados para participar de um jogo de basquete no qual cada cesta pontuada valia um pacote de fraldas geriátricas.

Os participantes foram presenteados com um serviço de beleza do Instituto Embelleze e serviços de saúde com profissionais da Panvel, como aferir a pressão e realizar o teste de glicose. No fim do evento foram doadas 241 fraldas geriátricas e 168 lenços para 4 instituições cadastradas na rede solidária do Somar Floripa.

“Fizemos essa ação para as mães e foi um sucesso. Então, foi a vez dos pais mostrarem seus potenciais no basquete e praticarem a solidariedade ajudando os idosos que tanto precisam. Foi muito bacana ver todos participando dessa divertida e importante ação solidária”, afirma Cintia de Queiroz Loureiro, presidente da rede solidária Somar Floripa.

A luta contra o câncer é uma luta de todos. Por isso, 15 voluntários da rede solidária da Prefeitura de Florianópolis, Somar Floripa, estão auxiliando a Amor e União Contra o Câncer (AMUCC) na venda de camisetas para a campanha do Outubro Rosa durante todo o mês no box 51 do Mercado Público, no centro da cidade. A iniciativa visa sensibilizar e conscientizar as mulheres sobre a importância da prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama e do colo do útero por meio de mensagem inscritas nas camisetas. A renda será revertida para financiamento dos programas, projetos, ações, e para a produção do material da instituição.

A voluntária Lunna Violet participou da ação no último sábado, dia 19. “Foi muito legal! Várias pessoas empenhadas na luta contra o câncer estiveram lá e fizeram questão de dizer que queriam a camiseta deste ano e que gostariam de dar sua contribuição”, conta.

A administração municipal orienta as mulheres a procurar os postos de saúde da cidade para realização do exame preventivo e da mamografia de maneira gratuita. “Toda mulher deve saber que os exames estão disponíveis gratuitamente em Florianópolis, que não há fila de espera e que basta pedir em qualquer posto de saúde. Vamos nos proteger! Façam os exames preventivos. Divulguem para que outras mulheres também o façam!”, recomenda a presidente da rede solidária Somar Floripa, Cintia de Queiroz Loureiro.

A Prefeitura de Florianópolis propôs um mês das crianças sustentável para as Unidades Educativas da Rede Municipal de Ensino, dos Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFVs) e dos Centros de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (CCFVs). Durante outubro, os pequenos participaram do concurso Brincar é Reaproveitar com a missão de confeccionar brinquedos ecológicos para doar às instituições sociais cadastradas na Somar Floripa durante a Semana Lixo Zero Floripa (de 18 a 27 de outubro). Uma comissão avaliou todos os inscritos, obedecendo os seguintes critérios: criatividade, sustentabilidade e engajamento. A iniciativa contou com apoio da Floram, Comcap, Escola do Mar, Secretaria da Cultura e Esporte, Secretaria da Educação e Secretaria da Assistência Social.

O 1º colocado foi o Núcleo de Educação Infantil Municipal Anjo da Guarda, com o brinquedo “Anjo da Guarda” feito inteiramente de tampas de garrafas plásticas, que ganhou uma navegação com a Escola do Mar. Em 2º lugar ficou o Núcleo de Educação Infantil Municipal Ingleses I, com o “Macacobol”, um fliperama feito de caixa de papelão, folhas recicláveis e potes de iogurte, que ganhou uma visita ao Projeto Tamar.. E em 3º lugar ficou a Escola Básica Luiz Cândido da Luz que fez uma família de bonecos com embalagens plásticas de diversos tipos (amaciante, tampinhas e potes de iogurte) e ganhou um passeio ao Parque Ecológico do Córrego Grande.

“Neste ano propusemos uma atividade diferente para o mês das crianças. Unimos sustentabilidade com solidariedade, promovendo o concurso Brincar é Reaproveitar. O resultado dos brinquedos foi maravilhoso. Iniciamos a Semana Lixo Zero com o resultado e expondo-os em nossa sede.”, afirma a presidente da rede solidária Somar Floripa, Cintia de Queiroz Loureiro.

Mais de 400 crianças de escolas municipais de Florianópolis foram premiadas com camisetas escolares ecológicas, produzidas por malha vinda de garrafas PET, nesta sexta-feira (12), pela Prefeitura da capital catarinense. A premiação foi devido à participação de mais de 90 turmas das unidades educativas no projeto Transformar,  iniciativa de conscientização sobre o descarte correto do plástico e sua reciclagem. A ação propôs uma gincana entre as turmas e o resultado foi a retirada de mais de 30 mil garrafas plásticas do meio ambiente no período de uma semana. O material, destinado para reciclagem pela Comcap (responsável pela coleta de resíduos da cidade) totalizando 1,5 tonelada de plástico, se transformou nas camisetas escolares ecológicas, que contemplou as dez turmas que arrecadaram a maior quantidade do item considerado um dos grandes vilões da natureza. A iniciativa faz parte do movimento global Julho Sem Plástico.

 

“O projeto Transformar está entre as ações para sermos a primeira capital lixo zero do Brasil. Precisamos transformar hábitos e, por isso, impactamos as crianças com a conscientização ambiental para que reflita na família como um todo. Agradecemos aos pais, professores e diretores por todo o envolvimento nesta importante causa”, afirma o prefeito Gean Loureiro.

 

A aluna Crislaine de Oliveira da Luz, de 9 anos, foi uma das que mais arrecadou garrafa PET em sua turma. Deu uma grande missão para a família: ajudá-la a salvar o planeta, retirando do meio ambiente o material. “Fomos pela rua, praia e em todos os lugares que achamos garrafas jogadas recolhemos e levamos para a escola para fazer a reciclagem e hoje poder ter a camiseta. Nós temos que cuidar do lugar onde a gente mora e da natureza”, conta Crislaine.

 

A escola que mais recolheu garrafas PET foi o NEIM Ingleses II, totalizando 8.383. A diretora da unidade, Cláudia Costa Ricardo, explica que iniciativas como essa fazem grande diferença na educação ambiental das crianças. “Quando fomos convidados para participar do projeto. Logo nos mobilizamos. Decoramos toda a escola e incentivamos as famílias a participarem conosco. Sentimos que foi de grande valia para a conscientização de todos em relação a preservação da natureza e o descarte correto do plástico”, reitera.