“Somando contra o Covid-19” conta com diversas oportunidades em combate ao Coronavírus

A rede solidária da Prefeitura de Florianópolis, Somar Floripa, lança campanha “Somando contra o Covid-19” com diversas oportunidades de voluntariado em apoio à Secretaria Municipal da Saúde e Assistência Social. Além de médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem, há opções para profissionais e universitários de diversas áreas para atuar na recepção de pessoas e organização de listas, bem como pedidos de doações para atendimento às pessoas em situação de rua. Os interessados podem se cadastrar em somarfloripa.com. 

“Vamos precisar de apoio nas unidades de saúde, com o teleatendimento e também na vacinação. Como muitas clínicas particulares fecharam, temos profissionais que podem nos dar essa ajuda de grande valia. Por isso, acionamos a nossa rede solidária Somar Floripa para convidar a todos que querem voluntariar conosco”, afirma Edenice Reis da Silveira, Diretora de Inteligência da Secretaria Municipal da Saúde. 

“Estamos emocionados com tamanha mobilização para ajudar o próximo em nossa cidade e ficamos felizes que a nossa rede está sendo o canal para unir quem quer auxiliar com as pessoas que estão precisando. Neste momento, precisamos de grande apoio dos profissionais da saúde. Desde já, agradecemos a todos os voluntários pela solidariedade”, reitera Cintia de Queiroz Loureiro, presidente da rede solidária, Somar Floripa. 

A rede solidária da Prefeitura de Florianópolis, Somar Floripa, inicia campanha digital para auxiliar idosos a não saírem de casa como forma de prevenção ao Coronavírus. A plataforma da rede traz uma oportunidade para que voluntários ajudem vizinhos idosos a fazer compras, seja de maneira presencial ou online. De outro lado, há também o ícone para cadastro de idosos que estão com essa necessidade. Desta forma, será realizado o “macth” de quem quer ajudar com quem precisa.

“Várias pessoas entraram em contato conosco para saber de que maneira poderiam ajudar nesta pandemia. Vimos que esse tipo de atitude funcionou na Europa. Pensamos que esta é uma maneira eficiente de deixarmos os idosos, que são os principais alvos do vírus, em casa. Sugerimos que os jovens possam auxiliar, inclusive, realizando as compras de forma online, assim ambos não precisam sair de seus lares”, afirma a presidente da rede solidária, Somar Floripa, Cintia de Queiroz Loureiro.

Se você é um idoso que está no grupo de risco do Coronavírus e precisa de ajuda de um voluntário, cadastre-se em http://somarfloripa.com/oportunidade/idosos-precisa-de-um-voluntario-para-compras/. E se você está fora do grupo de risco e pode ajudar, acesse http://somarfloripa.com/oportunidade/auxilie-um-vizinho-idoso/ e se inscreva.

A rede solidária da Prefeitura de Florianópolis, Somar Floripa, distribuiu mais de 200 kits de material escolar para as instituições sociais cadastradas. Foram mais de 5 mil itens arrecadados, entre lápis, canetas, tesouras, borrachas, réguas, kits de higiene, mochilas, pastas com elástico e estojos. Esta foi a segunda edição da campanha, que contou com auxílio de diversos voluntários e colaboradores da administração municipal.

“Nos surpreendemos com o resultado da campanha. Agradecemos a todos que colaboraram, em especial à Secretaria Municipal da Fazenda que fez uma grande mobilização com os servidores. Conseguimos atender muitas famílias de comunidades carentes de Florianópolis com itens fundamentais e que as escolas não dispõem, como a mochila, o estojo e o kit higiene. ”, afirma a presidente da rede solidária, Cintia de Queiroz Loureiro.

Após fazer o Natal mais feliz de 1.500 crianças, a rede solidária da Prefeitura de Florianópolis, Somar Floripa, inicia campanha sustentável de doação de material escolar para as mais de 90 instituições cadastradas. São aceitos itens novos e usados, desde que em bom estado de conservação, que podem ser entregues até dia 31 de janeiro na sede da rede solidária (R. Tenente Silveira, 60 – 1º andar – Centro), de segunda a sexta-feira, das 9h às 19h. 

“Vamos iniciar o ano praticando a solidariedade com sustentabilidade. Nesta época, famílias precisam de material escolar para os seus filhos, mas não têm recursos. Muitas vezes, guardamos em casa aqueles cadernos com diversas folhas sobrando e que estão em ótimo estado, podendo ser usado por alguém que esteja precisando. Convidamos a todos para participar conosco”, afirma a presidente da rede, Cintia de Queiroz Loureiro.